Ideias Engenhosas

Tema: Origem do sobrenome Zetser da protagonista da saga

Durante o processo de produção de um livro de ficção, além da trama principal, o que chamamos de esqueleto, o autor precisa criar diversas outras micro-histórias que irão construir os personagens, os cenários e a linha do tempo da obra.

A maior fonte de inspiração de um romancista é a sua própria vida, e todas as experiências e memórias acumuladas ao longo dela. Uma vez li uma frase que reflete exatamente esse pensamento, e dizia:

 “um poeta nasce assim que sai do ventre de sua mãe, mas um romancista costuma nascer depois dos 40 anos.”

Uma das técnicas que usei para criar meus personagens foi me inspirar em pessoas que de fato existiram. Minha avó paterna é um exemplo. 

Ela se chamava Arlette Kammesetzer,e era descendente de alemães. Resolvi homenageá-la utilizando o seu sobrenome para criar o da protagonista Betina Zetser. A troca do Z pelo S foi proposital, para poder manter a mesma fonética do nome original, além disso, encontrei em Zetser uma maior harmonia visual do que Setzer.

Ficou curioso para saber mais sobre como foram criadas outras tantas partes da saga? 

Mande sua pergunta e mantenha-se atento aos novos posts.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s