Foi aqui que me inspirei!

London Eye

Livro: Súplica em Olhos Mortos

Onde aparece: Capítulo 8 – Tentando Escapar

A cidade de Londres, sem dúvida nenhuma, foi uma grande fonte de inspiração para o meu primeiro livro, principalmente nos capítulos introdutórios, quando os protagonistas ainda estão se conhecendo. 

Como autora, e apaixonada pela cidade, não economizei em detalhar diversos lugares dessa sedutora metrópole. 

Um dos locais mais visitados é a London Eye, conhecida também como “Roda do Milênio”, famosa por sua magnitude e esplendorosa localização; às margens do rio Tâmisa. 

Inaugurada na passagem do ano de 1999 para o ano 2000, manteve o título de maior roda gigante do mundo até 2006, quando o perdeu para a “Estrela de Nanchang” localizada na cidade de Nanchang na China.

Mas como descrever a experiência de admirar a vista do seu ponto mais alto, uma vez que Betina Zetser, a protagonista, sofre de acrofobia?

Não querendo deixá-la de fora do meu livro, optei por criar um ambiente onde Betina se sentisse protegida e segura. Para isso, nada melhor do que o encorajamento de Bruno, o homem por quem subitamente ela se apaixonou. Afinal, o amor tem dessas coisas, inclusive o antídoto de fobias. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s